January FOs/ Projectos de Janeiro

Follow my blog with Bloglovin

Hi guys and gals!!

Time for another of my monthly reviews to my crafting life. Please let me know if you don’t like these type of posts, but this is a great way for me to make myself write something at least once a month.

Today I’m sharing a few short and quick knitting projects, one project I wish was quicker and a sewing project. I’m still spinning on the same sweater quantity of Romney Marsh roving, so nothing new to share there (you probably are sick reading me mentioning it anyway).

I’ve finally finished a Christmas ornament I started in December (hey there’s a Christmas every year! Am I right?).

24123446223_2a89fe09e6_z

It’s waaayy too big for the tree, but I’m sure I’ll find a place for it among the other Christmas decorations. I used the leftover skein from the Poklon I knit for my niece, the yarn is Katia Merino classic.

24632497352_586f4acd7a_z

Another extremely quick project I finished recently was the hat I made for a friend’s baby. The pattern is Little scalops by Maria Carlander, and I used Amélia yarn from Ovelha Negra. I really like tweedy yarn, and I’m extremely happy for Ovelha Negra launching this amazing yarn that I can pick up whenever I want. It’s lovely and softens up a ton with the wash.

I’ve also finished a huge cowl for a birthday gift. This was the project I wish went quicker, but given the size it was quite fast after all (it didn’t look as large on the needles).

24248709290_d447687854_z

Two-colour brioche stitch always feels quite sluggish, but I’ve found a way to make it slightly faster and work with both colors at the same time. It was quite easy to adapt to knitting in Portuguese style, you only need to keep the wrong side colour around your neck or pin, and work with the right side color on your left hand, continental style. The result is a extremely cushy fabric, as all brioche fabric is, yet I think this way my right side gauge is tighter than the wrong side gauge.

The pattern I used was the Pop twizzle cowl and I knit it with two colors of Garnstudio Drops Lima. I did take out a pattern repeat in width and did not make it as lenghty, and ended up with a nice size anyway. More details in my project page.

And finally for sewing, I finished my muslin for the M6649 shirt.

24454983100_eaec7a67e2_z

I started with a size 16 C, with bust darts lowered an inch and front waist dart tops shortened a inch too. It was huge, I ended up taking up until a 12 C at the shoulders and bust and a 14 at the waist and hip. I think I’m happy with the fit, for the final project I’ll take a cm or two off the back lenght (you can see its too long in the photo).

Recently I’ve been sewing some patterns without testing them first, but for this I decided I wanted to test the pattern first and so should you if you find yourself in one of the following situations.

Why and when to make a muslin:

  1. You are not sure about your size or:

1b. You never made a garment from this company and you’re not sure how large or how small the pattern sizes are. Sewing patterns have some ease built in to it, and this increased width may not be the amount you’d like to have.

2. You think you might need to make some alterations, but you’re not sure how large they’ll need to be.

3.You never made a pattern of this type and you want to practice the more fiddly bits (eg. inserting a zip, making a collar and collar stand, etc).

In theory making a muslin is quite easy – you just cut the fabric according to the size the pattern instructions say you are and sew according to the instructions. Take note of what you might want to change in the process, (eg. you’d like to top stitch that seam earlier, you want to combine two seams in one, you want to find an easier way to construct a certain piece), and where you need to let out or take in the seams. In the end you’ll modify your patterns according to those changes, eg. if your darts are 2.5cm too high, draw them lower, if your sleeves are too long shorten them at the “lenghten/shorten here” lines. You can choose a cheaper fabric, here I used a white cheap cloth. That’s why they’re called muslins, people use cheap muslin fabric to make them, but you can use any fabric you’d like – old sheets, a remnant you found at the sale bin… Ideally you’d choose a fabric that behaves similarly to your final project fabric, and you’d repeat the muslin sewing process until you are happy with the final result, but who has the patience for that?? I’m quite happy with only one.

24382649239_bb1d9dbb64_z

This is the fabric I’ll be sewing my shirt in. I’m wondering also whether I should take out the front waist darts too, I don’t think it will look nicely in a too fitted shirt.

 

Olá Malta!!

Está na altura de fazer outra das minhas revisões mensais às minhas actividades criativas. Se acharem estes posts uma seca por favor digam-me. Para mim são a forma ideal de me obrigar a escrever alguma coisa no blog pelo menos uma vez por mês.

Hoje vou partilhar dois projectos de tricot pequenos e rápidos, um projecto que eu gostaria que tivesse sido mais rápido e um projecto de costura. Continuo a fiar a mesma lã Romney Marsh, por isso não tenho novidades na fiação (já devem estar fartos de ler sobre ela, de qualquer forma). 

Acabei um pequeno enfeite natalício que comecei em Dezembro (hey há Natal todos os anos certo??). 

24123446223_2a89fe09e6_z

É exageradamente grande para por na árvore, mas tenho a certeza que lhe arranjo um lugarzito no meio dos enfeites de Natal. Usei o fio que me sobrou do Poklon que tricotei para a minha sobrinha, é o Katia Merino classic.

24632497352_586f4acd7a_z

Outro projecto extremamente rápido que fiz foi o gorrinho para o bebé de uma amiga. O modelo é o Little scalops da Maria Carlander, e usei o fio Amélia da Ovelha Negra. Adoro fio tweed, e este fio da Ovelha Negra é uma óptima escolha, pois amacia muito com a lavagem e está perto para eu comprar sempre que queira :D. 

Acabei também uma gola gigantesca para um presente de aniversário. Este foi o projecto que eu queria que tivesse sido mais rápido, mas tendo em conta o tamanho até foi bastante rápido (não parecia tão grande nas agulhas).

24248709290_d447687854_z

Ponto inglês a duas cores parece sempre super lento, mas encontrei uma forma de o tornar um nadinha mais rápido, e tricotar com as duas cores ao mesmo tempo. Esta forma de trabalhar foi bastante fácil de adaptar ao tricot à Portuguesa, com a cor do lado inverso ao pescoço ou no alfinete, e a cor do lado direito na mão esquerda, à continental. O resultado é um tecido muito fofinho e elástico, como todo o ponto inglês, a única diferença é que esta forma de trabalhar gasta mais fio da cor do lado inverso que so lado direito, e por isso a densidade de malhas não deve ser bem a mesma. 

O modelo é o pop twizzle e usei duas cores de Garnstudio Drops Lima. Retirei uma repetição do padrão em largura, e não o fiz tão comprido, mas ficou na mesma com  um bom tamanho. Todos os detalhes estão na minha página de projecto .

E finalmente, na costura acabei o meu teste para a camisa M6649.

24454983100_eaec7a67e2_z

Comecei com o tamanho 16 C, com as pinças do peito baixadas 2,5cm e as pinças da cinta encurtadas também 2,5cm.  Ficou enorme! Acabei por reduzir para um 12 C nos ombros e peito, e um 14 na cinta e anca. Estou bastante contente com o resultado, mas acho que para a camisa final vou tirar um ou dois centímetros ao comprimento das costas (pela foto conseguem ver que tenho tecido a mais entre o pescoço e a cinta). 

Recentemente tenho feito alguns modelos sem os testar antes, mas para este projecto queria testar o modelo antes de começar, e vocês deveriam fazer o mesmo se estão numa das situações abaixo.

Quando e porquê testar um modelo: 

  1. Se não tem a certeza acerca de qual o tamanho do modelo a fazer ou: 

     1b. Nunca fizeram um modelo desta companhia, e não sabem se os tamanhos são mais para o largo ou para o apertado. Os modelos de costura tem alguma folga relativamente à medida do corpo incluída no design, e esta folga pode ser demasiada para o vosso gosto.

    2. Sabem que precisam de fazer modificações, mas não tem a certeza quanto precisam mudar. É sempre bom ver se a modificação ao modelo resultou.

    3. Nunca fizeram um modelo deste tipo e querem praticar as partes mais complicadas (por exemplo colocar um fecho éclair, fazer uma gola e colarinho, etc).

Em teoria testar um modelo não tem nada de complexo – cortam o tecido de acordo com o tamanho que as instruções indicam para as vossas medidas e costuram segundo as instruções. Durante este processo tomam nota daquilo que querem fazer de outra forma – por exemplo, se quiserem fazer o pesponto daquela zona noutra altura, se acham que duas costuras combinadas numa só ficariam melhor, se querem encontrar um método mais fácil de fazer uma secção da peça. No final vestem e tentam perceber onde precisam de alargar ou apertar as costuras e passam essas alterações para o modelo em si. Por exemplo se as vossas pinças do peito apontam para 2,5cm acima do suposto, desenham a pinça 2,5cm abaixo, se as mangas estão longas demais encurtam-as na linha “alongar/encurtar aqui”. Podem usar um tecido mais barato, eu usei um pano cru e comprei logo uma quantidade grande para este efeito, mas podem usar qualquer tecido: lençóis velhos, cortes de tecido que encontraram na pilha dos saldos… Idealmente usariam um tecido que se comporta da mesma forma que o tecido final do projecto, e repetiriam o processo de costurar o teste até ficar como gostam, mas quem é que tem paciência para isso?? Eu contento-me em fazer só um teste.

24382649239_bb1d9dbb64_z

Este vai ser o tecido em que vou costurar a minha camisa. Estou a pensar se não irei remover também as pinças da cinta da frente, acho que este tecido não iria resultar muito bem numa camisa completamente modelada. O que acham? 

 

 

Advertisements

7 thoughts on “January FOs/ Projectos de Janeiro

  1. Rosario says:

    Acho que deves continuar a fazer estas publicações, é para sabermos tudo que cá vimos ler 😋
    E tambem acho que deves manter as pinças da frente, porque o cintado fica-te bem.

  2. iribeiro says:

    Obrigada Rosário! É bom saber que não estou a fartar toda a gente! Eu gosto do cintado, mas acho que aquele tecido ficaria melhor numa camisa menos cintada. Acho que não faço logo o cintado e se depois achar que me faz falta adiciono 😉

  3. Naná says:

    Primeiro que tudo, estes posts não são seca nenhuma, pelo contrário! Acho-os bastante úteis e interessantes!

    Adorei o enfeite de Natal e além do mais, o Natal é quando a Mulher quiser!

    O tecido que vais usar é lindíssimo! Acho que daria um vestido de verão espectacular 😉
    E sim, a Rosário é capaz de ter razão, mantém as pinças, porque assim vai fazer-te ainda mais elegante 😉

    • iribeiro says:

      Obrigada!!! Não sei mesmo vou experimentar fazer sem elas, se não gostar as da cinta posso adicionar à posteriori, pois ficam no meio do tecido e não cruzam com as outras costuras.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s