Truques para aperfeiçoar a costura / Tips to perfect your sewing

Olá Olá!

Este mês a costura continua muito presente na minha mente, com o #MeMadeMay (ou #mmmay16) em força. Pensei que seria útil deixar-vos alguns truques para melhorar o aspecto e acabamento dos vossos projectos de costura. 

AVISO: Eu não me considero, de todo, uma especialista em costura – apenas tenho uma máquina de costura há 4 anos e comecei a fazer peças de roupa há talvez 2 anos. Neste período apenas fiz 8 peças de vestuário, e mais alguns outros projectos de costura, mas pensei que seria útil partilhar convosco o que me ajudou a mim a melhorar os meus projectos, e talvez ajude os vossos também. 

tips_for_accurate_sewing_01

Imagem e mais truques para costuras precisas em Tilly and the Buttons

1.Pára de olhar para a agulha – a agulha não é o melhor guia para seguir, mesmo que tenha sido marcada a linha de costura previamente. É mais difícil prever e ajustar onde o tecido tem que estar dali a uns centímetros se estão constantemente a olhar para a agulha. Em vez de tentar ajustar a costura olhando para a agulha, guiem-se pelas marcações na placa de metal do braço da máquina. É ainda mais útil se conseguirem estender estas linhas de marcação até ao limite do braço da máquina, e começarem a guiar o limite do tecido por esta marcação logo aí. Existem também alguns guias magnéticos à venda que podem colocar na máquina na margem de costura apropriada. 

2.Costurem lentamente – já dizia a minha avó “Devagar se vai ao longe”. Quando costuram lentamente tem todo o tempo para ir lentamente ajustando o tecido na distância para a margem de costura apropriada. Outro truque útil para aumentar a precisão das vossas costuras é começar e terminar uma costura sempre com a agulha em baixo – isto permite, por exemplo, obter cantos mais bonitos. serger-pepper-keep-calm-and-love-your-seam-ripper

Imagem de  sergerpepper.com

3.O teu descosedor é teu amigo! Ninguém é perfeito, e ninguém consegue costuras perfeitas à primeira vez, todas as vezes. Não tenham medo de descoser a costura se não estão contentes com ela, a maioria dos tecidos aguenta pelo menos uma ou duas descosidelas cautelosas. Mas tenham cuidado, pode não parecer mas os descosedores são afiados e destroem o tecido num ápice se não tiverem cautela. Eu não acredito neste “truque”, já destruí algumas margens de costura usando o descosedor desta forma. Normalmente, o que eu faço é desfazer um em cada quatro pontos numa costura, de um dos lados, e depois basta puxar o fio do lado oposto e a costura desfaz-se. Até pode ser que não precisem de desfazer toda a costura, e basta descoser a parte com a qual ficaram descontentes. Quando forem refazer essa costura retrocedam um ou dois pontos acima da costura anterior, e refaçam a parte que descoseram, terminando no final com mais alguns pontos rematados por cima da costura anterior. 

press-seams-open

Imagem de indiesew.com

4.Engomar! Engomar! Engomar! – Engomar as costuras à medida que as fazem vai fazer uma diferença gigantesca no resultado das vossas costuras. Não só fica tudo mais bonito e profissional, como reduz costuras volumosas e permite fazer de forma mais fácil, costuras que atravessam costuras prévias. Para saber em que direcção devem engomar as vossas costuras vejam as direcções do vosso modelo. Na dúvida, passem primeiro a costura fechada, na mesma direcção em que a fizeram e depois passem a costura aberta. 

img_5625

Imagem de By Hand London

5.Aparar! Aparar! Aparar! – Realmente é um pouco estranho ter margens de costura tão grandes nos modelos, para depois acabar por as aparar e reduzir depois de feitas as costuras. São indicadas estas margens por vários motivos: 1. Permitem ir ajustando a peça de vestuário à medida que a vão construindo (um bocadinho mais larga, um pouco mais comprida, etc); 2. Dão menos problemas a costurar à máquina – já tentaram começar a costurar no limite do tecido uma margem de 3mm? Vai dar em tecido engolido pela máquina na certa. 3. Se estas duas razões não são suficientes, ao indicar a mesma margem enorme para todas as costuras evita criar confusão, ao indicar várias margens diferentes para uma só peça de vestuário. Ir no final aparar a margem de costura onde necessário vai ajudar-vos a que forros se mantenham no local apropriado, que cantos sejam realmente rectos e as curvas estejam perfeitinhas. Apenas para clarificar, estou a incluir neste ponto a necessidade de cortar os cantos nas margens de costura, e de fazer cortes nas margens de costura curvas, como podem ver na imagem abaixo. 

img_5630   img_3513img_3516

 

 

 

Aparar margens de costura e cantos, Fazer cortes em margens de costura curvas; Imagens e mais explicações em By Hand London.

Espero que este post vos tenha sido tão útil como estes truques tem sido para mim. Se precisarem de mais dicas e truques para aperfeiçoar as vossas costuras deixem um comentário. Vemo-nos em breve 😉

Hi there!

Sewing is definitively still in my mind this month, with #MeMadeMay (or #mmmay16) in full force. I thought of leaving you with some tips to improve your sewing projects.

DISCLAIMER: I, by no means, consider myself a sewing expert – I’ve been sewing on a machine only for 4 years, and making garments for 2 years. In this time frame I only made 8 garments, and a few other sewing projects, but still I thought that sharing what I think helped me improve, might help you too.

 

tips_for_accurate_sewing_01

Image and more tips for accurate sewing from Tilly and the Buttons

1.Stop looking at your needle – your needle is not the best guide for you, even if you marked your seamline previously. It’s harder to predict where your fabric will be in a few centimeters if you’re constantly looking at your needle, and not positioning your fabric at the correct seam allowance guide. Instead look at the guiding lines on your needle plate. It would be specially helpful if you extend these lines further to the edge of the machine arm, and start guiding your fabric margin through that. There are also some magnetic seam guides you can purchase and place at the desired seam allowance.

2.Go slow – slow and steady wins the race, if you sew slowly you’ll have time to make sure the edge of the fabric is being sewn at the proper seam allowance all the way. And make sure you start and end sewing with your needle down – this allows for accurate corners.

serger-pepper-keep-calm-and-love-your-seam-ripper

Image from  sergerpepper.com

3.The seam ripper is your friend! No one is perfect, and no one can make perfect seams every single time. Don’t be afraid of ripping out a seam, most fabrics can handle one or two careful rippings, so go for it if you’re not happy. Yet, be careful, it might not look like it, but seam rippers are sharp, and they’ll destroy your fabric if you’re not careful. I don’t believe in this trick, I destroyed a few seam allowances using a seam ripper this way. Usually I rip much more slowly, but surely, by picking a part one in every 4 stitches in a seam, and then you just have to pull the thread on the opposite side and the seam comes apart. You might not have to rip the entire seam apart either, just rip  out the part you’re not happy with, and when you’re going back to sew those bits of the seam, back up a two or three stitches on the top of the older seam, and re-do the part you just ripped apart, again securing the seam with a few backstitches at the end.

press-seams-open

Image from indiesew.com

4.Press! Press! Press! – Pressing your seams will make a huge difference on how pretty your garment will look in the end, and helps reduce the bulkiness and allows easier sewing across a previous seam. Refer to your pattern for pressing directions, or when in doubt press seams flat first, to remove puckers, then open.

img_5625

Image from By Hand London

5.Trim! Trim! Trim! – I know it’s a bit odd to have such big seam allowances to go back and trim them down in after sewing, but they’re there to allow for adjustments in the fit as you go, to allow non-fuss sewing (have you tried starting to sew on a 1/8” seam allowance? It results in eaten up fabric most of the time), and if nothing else, to avoid confusing you with multiple seam allowances in just one garment. Trimming your seam allowance will reduce bulk, will help facings stay put on their place, and will leave you with perfectly pointy corners and lovely curved collars. And, just to clarify, I’m including here clipping your corners, notching your inward curves and clipping your outward curves.

img_5630   img_3513img_3516

 

 

 

Grading and clipping corners, Notching inner curves and clipping outward curves; Images from By Hand London.

 

I hope this post was as helpful to you, as these tips have been to me. If you need any more tips and tricks for getting better results please leave a comment. See you soon 😉

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s